Receita de Cachaça Combate Várias Doenças. Veja como preparar!

4 Curtidas Comentar
Receita de Cachaça Combate Várias Doenças. Veja como preparar!

Esta receita incrível foi encontrada em um mosteiro tibetano e acredita-se que tenha milhares de anos. Ela tem provado ser extremamente benéfica para o tratamento de diversas doenças. Confessamos que não a colocamos em prática ainda, mas a julgar pelos seus ingredientes (principalmente a cachaça) garantimos que mal não vai lhe fazer! Toma nota ai quem quiser arriscar.

A receita é simples, superfácil de fazer. São apenas dois ingredientes, alho e cachaça. Ah, é necessário também conseguir um vidro com conta-gotas, pois o tratamento é na base das gotinhas.

Modo de preparo:

Você pode fazer com os dentes de alho inteiro. Mas a melhor forma (absorve mais os princípios ativos) é descascascar e depois esmagar, fatiar, picar ou triturar o alho e colocá-los em um vidro com 250 mL de cachaça.

Feche hermeticamente e coloque na geladeira por dez dias. Passado esse tempo, coe o líquido com uma peneira de tela fina e leve-o de volta à geladeira, onde ficará por mais três dias.

Depois desses três dias, você já pode iniciar a cura tibetana do alho. A receita original pede álcool 70% para uso interno. Para facilitar sua vida, adaptamos e, no lugar desse álcool, colocamos cachaça.

Agora que vem o segredo amigos. Esse preparo deve ser tomado em gotas, com um pouquinho de água, da seguinte forma:

Receita alho e cachaça

Bom…, a pessoa que nos passou essa receita disse que ela “limpa” o organismo, liberando todas as gorduras, cálculos e melhora o metabolismo. diminui o peso, cura o diafragma, combate a hipertensão, auxilia no miocárdio, cura doenças bronco pulmonares, dores de cabeça, trombose, arteriosclerose, artrite, reumatismo, gastrites e ATÉ HEMORROIDAS. sem contar que o sujeito me garantiu que faz sexo no mínimo 3 vezes ao dia.

O tratamento é para ser feito a cada 5 anos. O tratamento é contraindicado a pessoas com úlceras digestivas ou que sofram de irritações gástricas; a pessoas que tomem anticoagulantes; ou aos que não toleram bem o alho cru.

Consulte seu médico ou nutricionista antes de realizá-lo, especialmente se tiver problemas crônicos de saúde.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *