Melhores maneiras de lidar com uma gravidez

2 Curtidas Comentar
Melhores maneiras de lidar com uma gravidez

Na nossa sociedade, o sexo está muito mais acessível para todos. Nunca foi tão fácil ter acesso a sexo. No século XX ainda era considerado um tabu em certos lugares do país, mas com o passar do tempo a coisa toda foi mudando, a tendência sempre foi do sexo ser cada vez mais tratado como uma coisa normal. Como consequência, inevitavelmente a incidência da gravidez aumentou drasticamente. Algo que aconteceu mesmo com o incentivo ao uso de preservativos. Diante deste quadro, criamos este artigo para mostrar a você as melhores formas de lidar com a gravidez nos diferentes cenários que isso pode acontecer. Neste artigo, não trataremos sobre o aborto, lidamos apenas com situações em que a mãe tem total intenção de ter a criança.

 

Gravidez planejada

Este é o melhor cenário possível, quando o casal está interessado em ter a criança. Se isso aconteceu é porque você e o seu companheiro já se planejaram para cuidar do bebê. O que podemos recomendar neste caso é que você não pare de fazer os preparativos, por mais que você se sinta preparada para ter a criança, todo o cuidado é pouco. Um dos mais importantes aspectos neste caso de gravidez é não subestimar o custo que ter uma criança pode ter. Portanto, enquanto a criança não nasce, cuide para que tenha dinheiro sobrando para cuidar de qualquer necessidade que possa aparecer.

 

Gravidez não planejada com o companheiro de longa data

Este não é um cenário ideal, mas está longe de ser uma situação desesperadora. Aqui o casal já tem maturidade o bastante para cuidar da criança. O fato de não ter sido planejado, exigirá que certos cuidados sejam tomados. Para começar, o casal terá que estudar continuamente a respeito de como cuidar de um bebê e de como criar uma criança. Em segundo lugar, é hora de se planejar financeiramente, uma vez que a gravidez não foi planejada há a possibilidade do casal não ter noção de quanto custa realmente uma criança. Há também a possibilidade do casal estar longe de ter condições financeiras de cuidar de uma criança. Neste caso o alerta vermelho deve ser acionando, é necessário entrar em contato com os parentes e explicar a situação, além de claro tentar se torna autossuficiente a ponto de conseguir cuidar da criança por conta própria.

 

Gravidez não planejada com o companheiro recente

Aqui a coisa toda já começa a se complicar. Para começar você deve explicar a situação para o pai da criança, deixar que o sujeito não saiba que seu filho irá nascer é uma crueldade. Segundo, é necessário começar os planejamentos para cuidar da criança da melhor maneira possível. Você pode se guiar através de perguntas simples, coisas como, o casal irá morar junto? Como será dividido as despesas da criança? É necessário entrar na justiça para garantir o apoio financeiro por parte do pai?

Está última pergunta nos leva a uma possibilidade bem desagradável, a possibilidade do pai não querer assumir as responsabilidades. Neste caso, você terá que acionar a justiça. Saiba que terá total apoio da lei e que o pai da criança será obrigado a dar a contribuição necessária para a criação do seu filho. O problema real não será financeiro e sim a questão emocional, uma vez que você terá que criar uma criança sozinha. Você precisará estar em contato constante com os membros da sua família que certamente irão dar o apoio emocional que você precisa. Resolvendo a parte emocional, a parte financeira poderá ser resolvida mais facilmente.

 

Gravidez não planejada com pai desconhecido

Este é um cenário bastante complicado, mas bem possível de acontecer. Como falamos no começo deste artigo, o sexo já não é mais o tabu de antigamente. Hoje em dia é extremamente comum que tanto homens quanto mulheres tenham vários parceiros ou parceiras sexuais. Se este é seu caso, isto é, se você engravidou após ter relacionamento com vários homens e não está certa de quem é o pai da criança, a melhor coisa a ser feita e criar coragem e pedir um exame de DNA para cada um, não há razão para sentir vergonha por isso, uma vez que você teve múltiplos parceiros, é bem provável que os mesmos não estejam preocupados em fazer julgamentos sobre a sua conduta. Infelizmente, não há uma maneira melhor do que essa. A não ser é claro que você queira ter a criança por conta própria, o que não é algo recomendável.

Conclusão

Estes sãos os possíveis cenários de gravidez e provavelmente as melhores formas de lidar com cada situação. O mais importante é que a mãe da criança tenha coragem de exigir o apoio do pai, algo que ela merece por direito.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *