As 9 Cervejas Mais Estranhas do Mundo

4 Curtidas Comentar
As 9 Cervejas Mais Estranhas do Mundo

Após o sucesso dos 12 sabores de vodka mais toscos do mundo, chegou a hora de darmos atenção especial à bebida mais amada pelo brasileiro: a nossa querida cerveja. E para homenageá-la à altura, decidimos listar as 9 cervejas mais estranhas do mundo.

A discussão vai ser grande. Alguns se identificarão com certos sabores, alguns não, outros até mesmo amaldiçoarão o infeliz que teve a audácia de fazer esse post, mas o que vale aqui é justamente o debate. Sem mais conversinha fiada, segue o nosso top 9:

 

1 – Cerveja de bacon

Óbvio que uma cerveja sabor bacon viria em primeiríssimo lugar. Aliás, qualquer coisa que seja “sabor bacon” merece o primeiro lugar de qualquer competição. Enfim, essa breja não só traz o sabor da carne suína como ainda leva uma pitada de xarope de panqueca (maple). Lançada pela Rogue Ales, a “Voodoo Bacon Maple Ale” tem teor alcoólico de 6,5%.

Cerveja de Bacon

 

2 – Cerveja de Crème brûlée

Essa iguaria leva o nome da famosa sobremesa francesa, o “crème brûlée”. Mas não vá se iludindo, o cheiro de baunilha e o sabor suave da “Imperial Milk Stout” são compensados por um teor alcoólico de 14,5%. Uma pancada etílica.

Cerveja de Crème brûlée

 

3 – Cerveja de pizza

Praticamente, todo mundo que ler esse post se amarra em pizza e cerveja, não necessariamente nessa mesma ordem. E foi pensando nisso que um casal de cozinheiros americanos resolveu criar uma cerveja a base de tomates, alho e essência de Marguerita. Daí surgiu a “pizza beer”, uma ideia audaciosa, bem intencionada talvez, mas que eu dispenso…vamos pra próxima, né!?

 

4 – La dragonne

O próprio nome entrega: essa é uma cerveja pra ser consumida quente (entre 43°C a 48°C). Apresenta um sabor apimentado, e pode ser aquecida no fogão ou microondas. Bom, sou um cara que preza pela tradição na hora de beber, ou seja, cerveja pra mim só GELADA. Outra que dispenso, mas se alguém quiser tentar a sorte…

 

5 – Cerveja de melancia

Essa aqui já começa com uma jogada de marketing promissora: “nenhum obstáculo é suficiente, nenhuma fruta é impossível”. Bonita frase, de efeito, mas será que corresponde às expectativas?. O fato é que a americana “High Watermelon Wheat Beer” é a base de melancia, e com teor alcoólico de 4,9%.

 

6 – Cerveja de leite

De origem japonesa, a “Bilk” (junção de Beer com Milk) é feita com um terço da bebida láctea. Foi inventada pela Abshiri Beer, uma pequena cervejaria no norte do Japão, para usar o excedente de leite da família de proprietários. O teor alcoólico é de 5%. Ótima desculpa para se usar aquele velho (e sem-graça) ditado: “quem não aguenta, bebe leite”.

 

7 – Cerveja de cereja e chocolate

Lançada apenas no inverno pela cervejaria americana O’Fallon, a “Cherry Chocolate Beer” é feita a base de cacau e cereja. Mais uma do time das cervejas de sobremesa.

 

8 – Cerveja de algas

A escocesa “Kelpie Seaweed Ale”, possui 4,4% de álcool e é fabricada pela cervejaria Williams Bros Brewing. Tais algas são cultivadas em cultura orgânica na própria fábrica antes de entrar na mistura.

 

9 – Cerveja de maconha

Fechando com chave-de-ouro nossa lista, que tal uma cerveja de maconha?. A “Hemp Ale” é uma entre várias marcas que usou a semente de maconha como ingrediente. Fabricada nos Estados Unidos, tem teor alcoólico de 5,7%.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *